Publicado em 16/10/2019 às 16h58

Alcana: Usinas do grupo Infinity Bioenergy não foi vendida

A unidade Alcana tem agora valor mínimo de R$ 45,15 milhões no prosseguimento do leilão

3379

Hoje 16, data de encerramento do primeiro leilão da Alcana, que iniciou às 14h do dia 14 de outubro e inclui a usina e suas máquinas e equipamentos, sem ter tido oferta de no mínimo R$64,5 milhões, valor do lance inicial, haverá o prosseguimento do certame.

Nesta nova etapa, como não houve interessados na compra durante o primeiro pregão, o leilão segue sem interrupção até as 14h de 06 de novembro, com desconto de 30% no valor. Assim, o lance inicial passa a ser R$ 45,15 milhões.

A Usina pertencente ao grupo Infinity Bioenergy, que está falido desde 2017, e que, possui atualmente quatro usinas: duas em Minas Gerais e duas no Espírito Santo. Além disso, passou por um processo que durou uma década entre o pedido de recuperação judicial e a falência decretada.

 Para analistas, o mercado entendeu que o valor que foi apregoado não se mostrou como uma ótima oportunidade. A usina Alcana está localizada em Nanuque (MG), onde já produziu 600 mil litros de etanol por dia, sem contabilizar a produção de açúcar e energia. 

Os certames estão sendo realizados pela MaisAtivo Judicial.

(Fonte EM TEMPO)

Tópicos

veja também


Publicidade

Últimas Notícias