Publicado em 06/04/2017 às 18h17

Carlos Chagas dá pontapé inicial rumo à recuperação de bacia hídrica do Mucuri

ANA discutirá, dia 19 de abril, medidas de revitalização

569

Por Salvador Lima

O prefeito de Carlos Chagas, Acássio Vieira, esteve recentemente em Brasília para encontro com autoridades do Governo Federal e na oportunidade, ele visitou a Agência Nacional das Águas (ANA) onde levou sua preocupação com relação ao sistema hídrico do Vale do Mucuri. Por conta disso, o prefeito Acássio fez um convite ao órgão para verificar in loco a situação da bacia do Mucuri que agoniza pela falta de conservação e de uma política que venha manter o sistema de abastecimento da água na região. Para tanto, Acássio se reuniu com autoridades regionais ligadas ao Meio Ambiente para estabelecer uma pauta mínima para discutir um plano de ação para a bacia do Mucuri. Para tanto, o chefe do Executivo, daquela cidade, convidou o geólogo, especialista em meio ambiente, Bruno Balarini Gonçalves, para, junto com entidades de classe, aprovar uma agenda mínima para discutir com a ANA um projeto para a recuperação de nascentes.

Bruno, no entanto, defende o cercamento de nascentes. Ele acredita que só assim, o processo de secamento da bacia poderá ser revertido. “Temos uma boa expectativa de que, com a união dos três municípios – Carlos Chagas, Nanuque e Serra dos Aimorés -, em torno de um mesmo objetivo, estaremos, finalmente, no caminho certo para a solução deste drama que acabou por se constituir na degradação da bacia do Mucuri”.

O prefeito de Carlos Chagas reforça o convite para a sociedade participar de reunião pública onde se discutirá o Marco Regulatório das Águas do Rio Mucuri. A reunião será dia 19 de abril, das 8h30m às 12h, na CDL – Câmara dos Dirigentes Lojistas de Carlos Chagas. O evento terá como convidados, além do público em geral, a ANA – Agência Nacional de Águas; Comitê da Bacia Hidrográfica dos Afluentes do Rio Mucuri; Ministério Público Estadual e Federal; IGAM – Instituto Mineiro de Gestão das Águas; SUPRAM – COPANOR e usuários das águas do Rio Mucuri – pecuaristas, irrigantes, frigoríficos e laticínios.

Na pauta está prevista a palavras de Alice Lorentz de Faria Godinho (presidente do CBH Mucuri [Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Mucuri] e Acássio Vieira, prefeito de Carlos Chagas;

Apresentação do objetivo da reunião pela Agência Nacional: Wilde Cardoso Gontijo Júnior (especialista em Recursos Hídricos);

Debate sobre a proposta do Marco Regulatório – Representantes dos diversos segmentos presentes;

Apresentação do Projeto Igreja Católica Planeta Água – padre Wagner Ferreira Vaz – teólogo, filósofo e mestre em Ciências da Educação.

O prefeito de Carlos Chagas, Acássio Vieira, ressalta a importância deste simpósio porque, para ele, o encontro servirá como início de uma longa discussão sobre esse problema que é da maior gravidade e que afeta a todos. “Estaremos discutindo o nosso futuro e não podemos ficar à margem de uma situação que se agrava a cada dia. Temos que lutar por uma solução, pois só assim, estaremos trabalhando para a recuperação de nossa região”.

(Fonte EM TEMPO)

Tópicos

veja também


Publicidade

Últimas Notícias