Publicado em 06/04/2017 às 11h19

Dr. Arthur Arpini Coutinho reconhecido como Cidadão Mineiro

Iniciativa do deputado estadual Carlos Pimenta ao reconhecimento de sua elevada contribuição para o desenvolvimento do agronegócio mineiro.

1648

Dr. Athur Coutinho, agora, Cidadão Mineiro

O diretor-presidente do Frigorífico Rio Doce S.A. (Frisa), Dr. Arthur Arpini Coutinho, será homenageado em Belo Horizonte com o título de Cidadão Honorário do Estado de Minas Gerais. A iniciativa, através do Requerimento 3906/2016, de autoria do deputado estadual Carlos Pimenta(PDT), majoritário em Nanuque, que honrosamente concedeu o Título de Cidadão Mineiro ao Ilmo. Dr. Arthur Arpini Coutinho, em reconhecimento a sua elevada contribuição para o desenvolvimento do agronegócio mineiro.

Deputado Carlos Pimenta, requerendo a cidadania mineira de Dr. Arthur

A indicação tramitou na Comissão de Agropecuária e Agroindústria, onde contou com a aprovação de seus membros, depois encaminhado a mesa da ALMG, para remessa ao Sr. Fernando Pimentel, Governador do Estado, através do ofício 413/2016, para a concessão.

No dia 04 de abril, através do Decreto 144/2017, o governador Fernando Damata Pimentel, concedeu o Título de Cidadão de Minas Gerais ao senhor Arthur Arpini Coutinho, que foi publicado no Diário Oficial no dia 05. A Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais, após a confirmação, marcará uma data para a solenidade da entrega da honraria.

Arthur Arpini Coutinho nasceu dia 23 de junho de 1932, na  Fazenda Jovem Arminda, município de Colatina-ES. A primeira professora foi dona Stella, sua mãe. Já no chamado “Curso Científico”, hoje ensino médio, ele estudou em três diferentes capitais: o 1º Ano em Vitória/ES, o 2º em Belo Horizonte/MG e o 3º Ano, no Rio de Janeiro/RJ. No ensino superior, optou pela carreira de Engenharia Civil, na Escola Nacional de Engenharia – Universidade do Brasil – Rio. Casado com Ione Barbieri Coutinho, com quem teve quatro filhos, Maria Stella Coutinho Bennesby, Henrique Barbieri Coutinho, Marcos Barbieri Coutinho e Renata Barbieri Coutinho

Aos 24 anos, já engenheiro graduado, trabalhou na Empresa Luz e Força Santa Maria. Em 1968, aos 36 anos, liderou um grupo de empresários na fundação do Frisa, onde exerce a função de diretor-presidente. Em 2015 recebeu o Título de Cidadão Nanuquense.

O Frisa foi criado em 1968 na cidade de Colatina, ES, e destaca-se como um dos principais frigoríficos do Brasil, com uma capacidade de produção diária de mais de 300 toneladas de carne. Nas três principais unidades de abate do Frisa – Colatina,  Nanuque e Teixeira de Freitas, a capacidade de abate é de 1.500 cabeças por dia. Sua capacidade de estocagem é de até 20 mil toneladas de carne.

Somente em Nanuque, são 975 funcionários diretos, que garantem um abate médio de 600 animais/dia. Mas, para breve, está prevista a criação de mais 120 postos de trabalho, com a ativação de um segundo turno de desossa de animais. Atualmente, nas três unidades industriais e em Niteroi, o Frisa emprega quase 3.500 empregados.

(Fonte EM TEMPO)

Tópicos

veja também


Publicidade

Últimas Notícias