Publicado em 13/08/2018 às 18h25

Imbróglio entre Marcio Lacerda e PSB tem definição adiada

Tribunal Superior Eleitoral adia julgamento sobre a candidatura do ex-prefeito de BH para a próxima quinta-feira (16)

117

A definição sobre a candidatura ou não de Marcio Lacerda ao governo do Estado não será mais nesta segunda-feira (13) conforme estava previsto. A assessoria de comunicação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que o único processo envolvendo o nome do ex-prefeito de Belo Horizonte foi retirado da pauta do dia.

O pedido foi feito pelo ministro Napoleão Nunes Maia Filho, que ainda está analisando o processo. O advogado de Lacerda, José Sad, informou que a definição ficou para a próxima quinta (16).

Este imbróglio existe pela discordância entre o PSB de Minas Gerais com seu diretório nacional. O grupo de Lacerda comandava a comissão no Estado, mas uma manobra de Carlos Siqueira, presidente da sigla, modificou toda a diretoria. O objetivo foi inviabilizar a candidatura de Lacerda ao governo de Minas, e assim concretizar a aliança com o PT em nível nacional.

O ex-prefeito não aceitou a decisão e numa tumultuada convenção lançou seu nome ao governo. Em meio a essa guerra, cabe ao TSE manter a convenção partidária realizada em Minas ou acatar a decisão tomada pela cúpula do PSB.

(Fonte O TEMPO)

Tópicos

veja também


Publicidade

Últimas Notícias