Publicado em 14/08/2018 às 16h30

MANDELA: Prefeitura mergulhada em inadimplência

Segundo documento apresentado por Mandela, o valor chega perto de R$ 700 mil. “Os bancos credores têm notificado o Executivo, mas este não apresenta uma solução para o caso”, ressaltou.

492

O vereador Edson Fernandes “Mandela” (PRB) disse na tribuna da Câmara Municipal que alguns funcionários da Prefeitura Municipal Nanuque, que têm empréstimos consignados junto a rede bancária do município, estão recebendo cartas de cobrança pela falta de pagamento. O vereador afirmou que os pagamentos não estão sendo efetuados, apesar dos valores serem descontados nos salários dos servidores. Mandela disse que o problema é grave uma vez que a falta de pagamento dessas contas geram negativação do crédito dos inadimplentes.

Segundo documento apresentado por Mandela, o valor chega perto de R$ 700 mil. “Os bancos credores têm notificado o Executivo, mas este não apresenta uma solução para o caso”, ressaltou.

Segundo o Ofício SMP/2018/016 expedido pela própria Prefeitura ao vereador Mandela, o Banco Bradesco já ajuizou ação de cobrança contra o Município de Nanuque. O Ofício informa ainda que o pagamento da dívida será efetuado após a tramitação do processo conforme sentença judicial.

Outro ponto citado pelo parlamentar, diz respeito ao Hospital Gecy Gomes que não tem recebido da Prefeitura os repasses referentes ao atendimento oferecido ao setor de Saúde Pública – a dívida com o hospital de novembro (2017) à março (2018) é de R$ 15.242,50. Ele disse ao jornal EM TEMPO que a desonestidade é gritante e que a “administração pública não preserva os mínimos direitos daqueles que prestam serviço ao município seja como servidor, seja como fornecedor”. Ao dizer essas palavras, o parlamentar mostrou um documento de uma dívida no valor de R$ 83.959,80 que a Prefeitura tem junto a empresa Univale de Nanuque. “Isso é um absurdo! Não posso aceitar uma situação dessas. Nanuque está à deriva pela falta de comando e de um prefeito que esteja preocupado com o bom nome da cidade. Essas contas que estou apresentando ao jornal são apenas a ponta do iceberg. Estou convencido de que o rombo é infinitamente maior. O povo de Nanuque escolheu mal e digo isso baseado no fato de que muita gente tem me procurado para dizer que o atual prefeito é mil vezes pior do que o antecessor”, pontuou.

Dentre as acusações feitas, o vereador ainda mostrou a conta de água da oficina mecânica da prefeitura no valor R$ 42,00, vencimento em 23.06.18. “É cada coisa estranha que acontece neste governo”, concluiu.


Tópicos

veja também


Publicidade

Últimas Notícias