Publicado em 14/08/2018 às 22h12

Temor de Solon é que a mina seque

Receio do vereador é que o dinheiro oriundo de emendas de deputados não sejam suficientes para cobrir o rombo que deverá explodir em 2019. Ele também fala sobre a possibilidade de uma fábrica de sabão em Nanuque

76

O vereador Solon Ferreira da Rocha Filho usou parte do Grande Expediente para informar que o Legislativo municipal injetou cerca de R$ 4 milhões na cidade de Nanuque, através de emendas oriundas de deputados estaduais e federais, apoiados por vereadores da cidade. Entretanto, ele alertou que a partir do ano que vem, esse dinheiro poderá diminuir consideravelmente, visto que um novo governo tomará posse e poderá não disponibilizar de verbas o suficiente para atender toda demanda dos municípios no Estado.

“Durante 2017 e 2018, nossos deputados destinaram muito dinheiro para o atendimento às necessidades de secretarias municipais, principalmente a Saúde. Esse dinheiro serviu não só para a compra de remédios, mas também, para o pagamento de salários de funcionários do setor. Se durante 2019 o dinheiro dos parlamentares não for suficientes, receio que os salários dos servidores da Saúde poderão estar comprometido. Até porque, o prefeito Roberto de Jesus está em sérias dificuldades para gerir as finanças da Prefeitura”, alertou o vereador.

Solon também disse que a presidente da Mesa Diretora criou uma comissão de vereadores que visitarão a fábrica de sabão Teiú, em Vitória da Conquista. Ele lembrou que há algum tempo, o proprietário da fábrica desejou instalar uma unidade fabril em Nanuque, mas ele veio a falecer e o projeto foi engavetado. “Vamos visitar a nova diretoria da empresa e convidá-la para vir à Nanuque e assim analisar a possibilidade de reaver o projeto. Penso que mais uma indústria, principalmente desse porte, criará empregos e ajudará no aquecimento de nossa economia”, finalizou.

(Fonte EM TEMPO)

Tópicos

veja também


Publicidade

Últimas Notícias