Publicado em 22/06/2017 às 23h25

Viação de ônibus contabiliza 19 passageiros mortos e 11 feridos em acidente

A Águia Branca disse que está mobilizando esforços para localizar, buscar e acomodar em Vitória os familiares dos acidentados do ônibus, que fazia linha de São Paulo para a capital capixaba

206

A informação foi confirmada pela Viação Águia Branca, responsável pelo ônibus envolvido no acidente
Foto: TV Vitória

Dos 32 passageiros do ônibus envolvido no trágico acidente ocorrido na manhã desta quinta-feira (22), em Guarapari, 19 faleceram, 11 estão hospitalizados e apenas dois não sofreram ferimentos. A informação foi confirmada pela Viação Águia Branca, responsável pelo veículo.

A empresa disse que está mobilizando esforços para localizar, buscar e acomodar, na capital capixaba, os familiares dos acidentados do ônibus, que fazia a linha de São Paulo para Vitória, com o objetivo de dar apoio às famílias em todas as providências necessárias.

Capixabas se sensibilizam com acidente e lotam locais de doação de sangue

"Toda a diretoria da empresa permanece mobilizada e conta com numerosa equipe de psicólogos, assistentes sociais e profissionais da área médica para apoio às vítimas e aos familiares, para os atendimentos e as providências necessárias. Além disso, a Águia Branca sensibilizou os seus colaboradores em uma Campanha de Doação de Sangue para atender os acidentados". disse a viação.

Ao todo, 21 pessoas morreram na tragédia e outras 21 ficaram feridas, no grave acidente ocorrido no início da manhã desta quinta-feira (22), na BR 101, em Guarapari. A informação é da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Segundo o superintendente da PRF, Wylis Lyra, esse número contempla a quantidade de vítima com ferimentos de maior ou menor gravidade.

Já a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) informou que foram contabilizados 13 feridos, segundo levantamento feito pelo Corpo de Bombeiros. A maioria das vítimas estava dentro de um ônibus da viação Águia Branca, que pegou fogo.

A batida, que envolveu o coletivo, ambulâncias e um caminhão, aconteceu na altura do km 343 por volta das 6 horas. Os números de mortos e feridos estão sendo atualizados aos poucos, pois as equipes que estão atuando no local priorizaram o resgate das vítimas. 

De acordo com informações da equipe da Polícia rodoviária Federal (PRF), que estava no local, o motorista do caminhão, que estava carregado com uma pedra de granito, teria perdido o controle e invadido a pista contrária. Além dele, há também vítimas que estavam nas ambulâncias. Uma dessas ambulâncias era do município de Jerônimo Monteiro, e a prefeitura confirmou a morte do motorista. 

Pelo menos dez ambulâncias, além do Corpo de Bombeiros, a ECO 101, concessionária que administra a rodovia, e helicópteros da Polícia Militar foram atender a ocorrência. Vários policiais civis também estão no local e trabalham para a retirada dos corpos. 

A maioria das vítimas morreram carbonizadas e todos os feridos estão sendo levados para a Santa Casa de Cachoeiro de Itapemirim e para a Unidade de Pronto Atendimento de Guarapari, e também para hospitais da Grande Vitória, como o Jayme Santos Neves e o São Lucas. Até o momento não há informações sobre a quantidade de vítimas.

As ambulâncias seguiam dos municípios de Jerônimo Monteiro e Alfredo Chaves para Vitória, e o ônibus seguia de São Paulo também para a Capital Capixaba. Após a colisão, o ônibus saiu de pista e pegou fogo.

Interdição 

Por causa do acidente, a ECO 101 informou que o tráfego da pista sul foi desviado no km 335, no trevo que dá acesso ao município, e o sentido norte registra congestionamento de 4 km. Não há previsão para a liberação da pista.

(Fonte FOLHA VITORIA)

Tópicos

veja também


Publicidade

Últimas Notícias