Publicado em 17/06/2021 às 22h05

Alcana voltará a produzir em breve

Grupo Alcon prevê investimentos para a produção de álcool, açúcar, levedura e energia

973

O Grupo ALCON recebeu, no dia de hoje, a posse do parque industrial da extinta Alcana que foi desativada pela holding comandada pelo Grupo Infinity Bio-Energy entre 2005 a 2013 – em funcionamento. A desativação da empresa motivou inúmeros processos promovidos por credores que acabaram por pavimentar um ambiente para levar a usina à leilão judicial.

Momento em que Nerzy Júnior recebeu a usina. Ladeado por Enzo Dalla Bernardina, e Monica Dalla Bernardina, Vagner Cardoso, Paulo Santiago e Vagner Dalla Bernardina.

Em plena expansão no campo da indústria voltada ao agronegócio e geração de energia, o Grupo Alcon, líder capixaba do setor, tomou a iniciativa de participar do processo de arrematação. Com o fim do leilão e por ter oferecido o melhor lance, a diretoria iniciou um estudo para elaborar um programa para a revitalização do parque industrial da Alcana.

Segundo informações obtidas junto ao presidente da Alcon, Nerzy Dalla Bernardina Júnior, amanhã dia 18, inicia a limpeza e organização da usina e começar a traçar metas para o futuro. “As atividades serão retomadas no segundo semestre de 2023, não devido a indústria, pois com 8 a 10 meses estará pronta para processar, porém, a matéria prima para a produção ainda será plantada. O início do plantio deverá ocorrer no final do ano e início de 2022, época mais viável para o plantio e a colheita após 18 meses”, disse Júnior.  

Quanto ao investimento previsto e geração de empregos, Nerzy Júnior relatou que em pleno funcionamento, a empresa deverá gerar entre 1.600 a 1.800 empregos diretos e uns 2.500 indiretos, com investimento que pode ultrapassar a ordem de R$200 milhões. “Nós temos meta de produzir álcool anidro e hidratado, açúcar, uma fábrica de levedura de ração e cogeração de energia, onde interligaremos ao sistema nacional de energia”, afirmou Nerzy Júnior.

No sábado 12, Nerzy Júnior e Wagner Cardoso receberam a visita do deputado Carlos Pimenta, acompanhados por Marcelo Ruas e Renato Louzi.

Com a reabertura da Alcana, a economia regional deverá passar por um processo de aceleração, com a diminuição sensível do desemprego.

(Fonte EM TEMPO)

Tópicos

veja também


Publicidade

Últimas Notícias