Publicado em 27/11/2020 às 19h27

DINHEIRO PARA AS PERDAS CLIMÁTICAS

Essa é uma conquista do Sistema FAEMG e da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA)

128

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou a liberação de R$150 milhões para a linha de crédito rural de Financiamento para Recuperação de Cafezais Danificados, atingidos por eventos climáticos, como estiagem, geadas e chuvas de granizo. Essa é uma conquista do Sistema FAEMG e da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), que vão entrar em contato com os agentes financeiros para que a liberação e acesso ao crédito ocorram o mais rápido possível.

A decisão está na Resolução 4.868 do CMN e confirma a aprovação anterior do Conselho Deliberativo de Política do Café (CDPC). Os R$ 150 milhões vão compor suplementação da linha prevista no Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) para recuperação de lavouras de café danificadas por intempéries climáticas. 

“O aumento do aporte de recursos para a linha representa mais acesso ao crédito para o cafeicultor que sofreu com a estiagem e a chuva de granizo em sua lavoura. O dinheiro poderá ser usado na recuperação e replantio da área afetada.”

Breno Mesquita, vice-presidente do Sistema FAEMG e presidente das comissões técnicas estadual e nacional do Café

(Fonte FAEMG/SENAR)

Tópicos

veja também


Publicidade

Últimas Notícias