Publicado em 06/07/2020 às 08h37

Escola Pública de Serra dos Aimorés ministrará Curso de Açúcar e Álcool.

Prefeitura Municipal será parceira do projeto

1562
Prefeito Iran Cordeiro, Ângelo Márcio e Adão César reunidos na DASA - Fotos: Secom/PMSA
 
Neste semestre a Escola Estadual Vanda Reuter, de Serra dos Aimorés, finalizará preparativos para inserir no seu currículo, o curso de Açúcar e Álcool para o próximo ano. A informação foi dada por Adão César, diretor da Escola. Ele contou que será construído um laboratório de Química com 88m², tendo como parceiras a Prefeitura Municipal de Serra dos Aimorés, a Destilaria de Álcool de Serra dos Aimorés (DASA), a Bahia Etanol S.A., e um aporte financeiro na ordem de R$ 50 mil reais, proveniente de emenda parlamentar do deputado estadual Celinho do Sintrocel (PCdoB/MG).
 
Prefeito Iran Cordeiro em reunião com diretores e representantes da BEL -Bahia Etanol, Ibirapuã/BA
 
Adão Cesar contou que esteve no dia 01 de Julho com o prefeito Iran Cordeiro (PDT–MG) e com diretores da Dasa e Bahia Etanol. Na reunião, ficou acertado a construção do laboratório e do alinhamento das vagas – cada empresa participante terá uma quota de alunos a ser matriculados.
 
“O funcionamento do curso, na Escola Estadual Vanda Reuter, já foi autorizado pela Secretaria Estadual de Educação do Estado de Minas Gerais, por reconhecer sua importância para a região que possui 12 usinas em pleno funcionamento e distribuídas na tríplice fronteira Minas, Bahia e Espírito Santo”, salientou Cesar.
 
Ele destacou a importância do curso que basicamente terá seu sustento no agronegócio e esclareceu que ao final, os alunos estarão qualificados como profissionais preparados para atuar na área sucroalcooleira e com capacidade de exercer atividades técnicas tais como, procedimentos de análises em laboratórios e atuar nos processos de produção industrial na área.
 
Iran Cordeiro vê no projeto, a oportunidade de qualificar mão de obra para trabalhar no setor usineiro. “Trata-se de um instrumento capaz de fortalecer as indústrias da região, na absorção da mão de obra local, evitando assim, muitas vezes, a importação de profissionais de outras regiões do pais, e assim, contribuindo decisivamente para o fortalecimento da economia da região na geração de emprego e renda”, finalizou.
(Fonte SECOM/PMSA)

Tópicos

veja também


Publicidade

Últimas Notícias