Publicado em 25/05/2020 às 07h49

Funcionamento do Comércio restringido em Nanuque

Atividades essenciais funcionarão com portas abertas, as demais poderão trabalhar na forma de delivery Novo Decreto obriga também o uso de máscaras, medida que visa dar maior segurança no combate ao coronavírus

2189

Prédio da Prefeitura Municipal de Nanuque - Foto: Divulgação

O prefeito de Nanuque, Roberto de Jesus, baixou, na sexta-feira (22), o Decreto 43/2020 que normatiza medidas de segurança no combate ao coronavírus e que entra em vigor dia 25, segunda-feira. Um dos motivos que levou a publicá-lo, foi o recente aumento de número de casos da Covid-19 no município, bem como o alto número de casos ocorrido em nossa região nos últimos dias.

CONFIRMADO PRIMEIRO INFECTADO POR COVID-19 EM NANUQUE - Jornal Em ... 

O conteúdo do decreto reconhece como fundamentais as medidas adotadas pela OMS – Organização Mundial de Saúde e determina a obrigatoriedade de ações profiláticas por parte da população como o uso de máscaras e álcool em gel (70º). Restringe à 10, o número de pessoas em velórios e proíbe reuniões de cultos religiosos, clubes de serviço, entidades filantrópicas ou qualquer outra que enseje aglomeração. O texto vai ainda mais fundo ao vetar a realização de encontros sociais de pessoas em festas privadas, ainda que estas sejam nos domicílios, tais como churrascadas e demais tipos de encontros particulares.

Quanto a abertura econômica, retorna ao permitido no mês de abril, onde somente atividade comerciais essenciais poderão ser abertos ao público. Assim, o funcionamento de supermercados, padarias, mercearias, açougues, hortifrutigranjeiros, peixarias, distribuidoras de gêneros alimentícios e itens de higiene e limpeza, distribuidora de água mineral e gás, postos de combustíveis, farmácias laboratórios de análises clínicas, clínicas médicas e afins, lojas de produtos veterinários e rações, oficinas mecânicas, lojas de peças de veículos automotores e máquinas agrícolas, lojas de materiais de construção, agências bancárias e casas lotéricas, desde que sejam obedecidas as normas acordadas no artigo 7º do Decreto 24/2020, publicado durante o mês de março.

(Fonte EM TEMPO)

Tópicos

veja também


Publicidade

Últimas Notícias