Publicado em 15/11/2020 às 09h10

GILSON COLETA PODERÁ TER REGISTRO CASSADO

8220

A Coligação “Nanuque Segue Avante” que tem como candidato a prefeito Roberto de Jesus protocolou uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), sob o número: 0600698-02.2020.6.13.0190, no dia 13 de novembro, contra o candidato a prefeito de Nanuque, Gilson Coleta (PROS). Além do candidato, o candidato a vice Gilmar Alemão (SD) e o empresário Tadeu Milbratz, estão no polo passivo, onde são acusados de Transgressões Eleitorais, Abuso e Abuso de Poder Econômico nas eleições deste ano na cidade.

Na ação protocolada pede que o candidato, tenha a cassação de seu registro de candidatura ou, em caso de julgamento após o pleito e em caso de eleição deste, do diploma, e por consequência do mandato. Além de pedir a inelegibilidade dos três acusados.  Uma das acusações, dão conta que a campanha de Gilson supostamente praticou crime de Caixa 2, quando contratou serviços sem nota Fiscal, pagando o prestador com dinheiro em espécie, conforme Ata Notarial, registrada no cartório do 1º Ofício da cidade.

Primeira e segunda páginas da Ata Notarial, onde relata o suposto crime cometido pela Coligação.

Uma outra foi do Abuso do Poder Econômico, onde o empresário Tadeu Milbratz grava vídeo, no qual circulou nas redes sociais relatando que doará terrenos, porém tem que eleger Gilson com o número 90. No vídeo o empresário foi taxativo que doará 25 hectares  para transformar em lotes, “É, então tá aqui Gilson Coleta, na área para fazer doação de terreno para quem precisa e não invadir terra alheia aí, chegar no centro aí falando eu vou invadir aqui que tem tantos metros aqui, igual alguns políticos fazendo campanha em cima disso aí. Então eu tenho para doar 25 hectares aqui para fazer lote para pessoas carentes. Vai ser dentro da da dos desenhos direitinho dentro do mapeamento pra ficar todo mundo bem servido, com ruas para todos os lados, e eu espero que as pessoas ajudam nessa aí. Vamos eleger o Gilson Coleta 15 novembro agora, Gilson Coleta com o número 90 e tem como vice o Alemão.

Uma boa opção”, disse Tadeu.

Autorização de Construção que consta nos Autos do Processo assinado por Tadeu Milbratz

Nos pontos citados na ação, relata que os candidatos e seu apoiador praticaram transgressões, condutas que violaram o princípio da isonomia no processo eleitoral em prol da sua candidatura ao cargo de prefeito municipal.

(Fonte EM TEMPO)

Tópicos

veja também


Publicidade

Últimas Notícias