Publicado em 25/05/2020 às 19h38

Governo do Estado entrega Cartão de Reconstrução ES em mais seis municípios

Para esta terceira etapa participaram seis cidades: Iconha, Castelo, Dores do Rio Preto, Ibitirama, Muniz Freire e Jerônimo Monteiro

240

A secretária de Estado de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social, Cyntia Figueira Grilo, participou, na última semana, das entregas do Cartão Reconstrução ES às famílias atingidas pelos efeitos das chuvas de janeiro de 2020. Para esta terceira etapa participaram seis cidades: Iconha, Castelo, Dores do Rio Preto, Ibitirama, Muniz Freire e Jerônimo Monteiro.

Com essa etapa, o Governo do Estado concluiu a entrega de 1.480 cartões, totalizando R$ 4.440.000,00 de recursos pagos. Cada beneficiário recebeu, em mãos, o cartão com a bandeira do Banco do Estado Espírito Santo (Banestes) contendo o valor de R$ 3 mil para utilizar com compras de material de construção/reforma, eletrodomésticos e compras de móveis, ou outro bem ou mercadoria danificados pelas chuvas.

A secretária agradeceu o empenho da equipe da Setades que colaborou no preenchimento e liberação dos cadastros, e também ressaltou o compromisso do Estado em liberar o recurso para as famílias necessitadas.

“Realizamos em uma semana o pagamento do Cartão Reconstrução em seis municípios. Dessa forma, finalizamos esta etapa com aproximadamente dois mil benefícios pagos às famílias que perderam seus bens com as chuvas. Parabéns ao governador Renato Casagrande pelo comprometimento com a vida e com o bem-estar dos capixabas. Parabéns a todos os servidores da Setades envolvidos nesse projeto, pelo exemplo de trabalho em equipe e pelo brilhante resultado. Agradeço a todos os prefeitos e equipes municipais pela parceria e união para possibilitar que as pessoas conseguissem ter acesso ao benefício. Dias intensos, dever cumprido e satisfação pela oportunidade de levar esperança em meio a tanto sofrimento”, declarou Cyntia Figueira Grillo. 

Cartão

O cartão magnético possui somente a função de débito. “Os beneficiários têm seis meses, a contar da data de retirada do cartão na agência para utilizar o valor liberado, e até 12 meses para retirar o cartão da agência bancária, a contar da data de liberação do auxílio. Os valores não utilizados serão devolvidos ao Governo do Estado após esses prazos”, explicou Cyntia Figueira Grillo.

Somente o responsável familiar (titular) poderá retirar o cartão da agência bancária. Para retirada do cartão, o titular deverá apresentar um documento de identificação com foto e o CPF. As famílias já cadastradas que não estão contempladas nessa terceira etapa de pagamento serão atendidas nas próximas etapas, que serão divulgadas no site da Secretaria de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades), posteriormente.

A lista de beneficiários encontra-se o site da Setades: www. setades.es.gov.br.

 

(Fonte ascom/setades)

Tópicos

veja também


Publicidade

Últimas Notícias