Publicado em 21/07/2021 às 18h00

Deputado Gustavo Santana se manifesta em defesa dos motoqueiros

Motoqueiros, homens e mulheres que merecem, dos verdadeiros brasileiros, o reconhecimento e a gratidão por sua batalha diária, garantindo o bem-estar de nossas famílias

233

A atuação de um representante do povo é o de reagir sempre que forem cometidas injustiças e atitudes preconceituosas e discriminatórias. Como membro do parlamento mineiro, manifesto, veemente, o meu repúdio ao desrespeito que o Senador Omar Aziz, presidente da CPI do Covid-19, cometeu contra milhões de brasileiros que fomentam o nosso país, com o seu trabalho e dedicação: Os motoqueiros ou motociclistas.

O tom depreciativo adotado pelo senador deixou claro que na política, devemos buscar o debate sadio, afastando o ódio, e frases infelizes. Os motoqueiros, Senador Aziz, diariamente, nas madrugadas, circulam em nossas vias rurais e nas estradas esburacadas, lutando contra a chuva, o frio, a poeira e o barro para levar os alimentos aos brasileiros, com muita garra e determinação. Quando a cidade acorda, as pessoas já desfrutam do fruto do trabalho desses guerreiros que ao final do dia, com suas mãos calejadas, retornam às suas casas para o merecido descanso de quem cumpriu seu dever.

A zona urbana conta com trabalhadores diversos, tais como policiais, motoboys, mototaxistas, além de milhões de trabalhadores que se deslocam ao seu trabalho em uma motocicleta, homens dignos que, no dia a dia, constroem a grandeza de nossa Pátria. Durante a pandemia, foram esses bravos guerreiros que garantiram o abastecimento da população em isolamento social, enfrentando bravamente os riscos de sua própria saúde, para que não faltassem alimentos, medicamentos e gêneros de primeira necessidade.

Motoqueiros, homens e mulheres que merecem, dos verdadeiros brasileiros, o reconhecimento e a gratidão por sua batalha diária, garantindo o bem-estar de nossas famílias. A intimidação de um senador jamais afetará a importância desse profissional para o progresso do nosso país. Se me chamarem de motoqueiro, não será um insulto, receberei com muita honra e orgulho de compor um grupo de pessoas tão essenciais.

(Fonte ASCOM/DEP.GUSTAVO SANTANA)

Tópicos

veja também


Publicidade

Últimas Notícias